Baladinhas

Não há nada que acalme um coração que faz
Do amargo seu sabor
Nada basta a minha alma que reclama sem paz
Os teus beijos sem amor
....
pra onde vão desejos?
palavras sem razão?
Pra onde vão palavras?
versos ao vento vão

ZECA BALEIRO

desejo em ti


Pra ti
dou-me inteira
por cima

que te faz bem

de qualquer maneira

Te sinto assim

alma, pele, química

desejo

ti em mim.

consumista

Shopping Mall
Pet Shop
Disk Shop
Shopping Virtual
Tédio
Prefiro um chopp
um Sex Shop
esse é meu mal...

... amor ...

preta e dinho
pretadinho. pertadinho
perta.

Foto Tirada no Parque das Águas em Caxambu, MG

O MILAGRE

dias maravilhosos em que os jornais vêm cheios de poesia... e do lábio do amigo brotam palavras de eterno encanto... dias mágicos... em que os burgueses espiam, através das vidraças dos escritórios, a graça gratuita das nuvens.

Mário Quintana

Resolução de Ano-Novo

Amanhecer
flores
cores, amores
e até mesmo dores
que me façam sentir
menos estrangeira
em meu próprio jardim.
Nunca mais sentir
o sentir de sempre.
Seguir doce e alegre
como rapadura nas mãos
de alguém que tem fome,
mas não dentes bastantes.
Seguir. Em direção ao acaso
munida de medo e coragem,
estranha e estrangeira em mim.
De encontro à frente e a tudo
nela contida ou nela ausente.
Em dias de infinita perdição
ausência total de direção
excesso de certeza absoluta
ou demais reações adversas
guiar-se pelo Norte: Poesia.

Paz, realizações, saúde, amor, sexo, arte, carinho, afeto e chocolate
para todos os queridos que iluminam minha vida de vagante com suas deliciosas visitas...Feliz 2007 para cada ser que sente.

Sempre por Aqui

Google+ Followers

Números

© 'A Palavra Certa' - Todos os Direitos Reservados